pagina inicial
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Técnicas de enriquecimento ambiental trazem bem-estar e ajudam na conservação marinha

06/08/2021 - Conhecer o comportamento das tartarugas marinhas e oferecer ambientes mais estimulantes, incrementa a qualidade de vida e o bem-estar desses animais nos Centros de Visitantes. ↓

Os Centros de Visitantes são o principal instrumento de sensibilização ambiental e de comunicação com a sociedade da Fundação Projeto Tamar. Eles representam uma fonte de educação, conservação, pesquisa e lazer. Os animais mantidos nestes espaços, assim como as exposições e atividades oferecidas, aproximam os visitantes do universo da conservação marinha, ampliando a percepção do porquê preservar os oceanos.

Nestes espaços, tartarugas marinhas, tubarões e outros animais são verdadeiros embaixadores das populações selvagens. Ao observar uma tartaruga marinha, no contexto de um Centro de Visitante, é possível compreender a sua importância para os ecossistemas naturais, seu complexo ciclo de vida e os perigos que ainda as ameaçam de extinção. Pesquisadores também aprendem ao acompanhar de perto seu desenvolvimento e comportamento, o que auxilia nas ações de conservação das populações que estão nos oceanos.

Como é de se esperar, existe uma equipe de veterinários, biólogos e tratadores dedicados ao bem estar-animal destes animais. Dieta equilibrada, recintos especiais, qualidade da água e check-ups periódicos fazem parte das preocupações de rotina com as tartarugas marinhas nos Centros de Visitantes. Além disso, existe o cuidado com o desenvolvimento do indivíduo e as necessidades de cada espécie, por isso são adotadas técnicas de enriquecimento ambiental, que estimulam comportamentos naturais e criam um ambiente mais saudável e ao mesmo tempo desafiador.

O enriquecimento ambiental busca tornar o recinto mais complexo e interativo, através de atividades fora da rotina, como desafios, estímulos a curiosidade e muitas vezes simulando situações semelhantes às encontradas na natureza. Estes desafios favorecem a expressão de uma variedade maior de comportamentos, estimulam as tartarugas a se exercitarem e as incentivam a uma maior exploração da área dos recintos.

Uma das atividades de enriquecimento que as tartarugas marinhas mais gostam nos Centros de Visitantes é a “hora do gelo”, que é uma maneira diferente de alimenta-las. As tartarugas recebem um picolé de camarão e precisam esperar o gelo dissolver ou encontrar maneiras de quebrá-lo para, obter seu alimento preferido. Além do desafio, há o estímulo dos sentidos, com temperaturas diferentes, interação social entre os animais e modificação da rotina alimentar, que se torna mais dinâmica e demanda mais tempo. Outras atividades realizadas envolvem a interação com boias e brinquedos estruturados, que são empurrados e carregados ou estimulam o nado através de obstáculos. Todas as atividades são monitoradas e os comportamentos observados.

O enriquecimento ambiental é muito importante para os animais, mas também torna ainda mais rica e interativa a experiência de quem veio conhecer as tartarugas marinhas. Observar o comportamento dos animais agrega empatia por parte do espectador e torna o processo de conscientização mais efetivo, aumentando as chances de espalhar a mensagem sobre a conservação das tartarugas marinhas.

Visite um de nossos Centros de Visitantes, conheça um pouco mais sobre o ambiente marinho e contribua para a sua conservação!

Tartaruga Tartaruga-de-couro ou Tartaruga-gigante

FUNDAÇÃO PROJETO TAMAR FLORIANÓPOLIS - SC

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras