pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Pesquisadores do Projeto Tamar participam de reunião do comitê científico da CIT

18/10/2019 - Evento busca discutir temas relacionados à conservação das tartarugas marinhas nas Américas   ↓

Atualização sobre o estudo piloto de coleta de parâmetros ambientais nas praias index de desovas, discussões sobre o estado de conservação e do modelo populacional das tartarugas-de-couro que habitam Atlântico Norte Ocidental, divulgação da ficha padrão para informações de encalhes de tartarugas… Esses foram alguns dos resultados apresentados na 16ª reunião do Comitê Científico da Convenção Interamericana para a Proteção e Conservação das Tartarugas Marinhas (CIT). O evento aconteceu na cidade de Gulfport, na Florida (EUA), de 25 a 27 de setembro. 

A reunião do Comitê Científico da CIT é realizada anualmente e tem como objetivo discutir assuntos relacionados à preservação e proteção das tartarugas marinhas nas Américas. Este ano, participaram da reunião pesquisadores de 12 países: Argentina, Belize, Brasil, Chile, Costa Rica, Equador, Estados Unidos, México, Países Baixos Caribenhos, Panamá, Peru e República Dominicana. O Brasil foi representado pelo coordenador do Sistema de Informações sobre Tartarugas Marinhas (Sitamar) Alexsandro Santos e por Neca Marcovaldi, coordenadora de conservação e pesquisa do Projeto Tamar. 

A CIT começou a vigorar em 2001 e atualmente conta com 16 países membros. É um tratado intergovernamental que visa promover a proteção, conservação e recuperação das populações de tartarugas marinhas e de seus habitats.

A ideia é que os países membros que assinaram a Convenção troquem informações e criem bases de dados que auxiliem as ações transnacionais de conservação das espécies de tartarugas marinhas. Por se dedicar exclusivamente a proteção desses animais, o Projeto Tamar é uma das organizações que representam o Brasil nas reuniões do Comitê Científico da CIT. “O Projeto Tamar/Fundação Pró-TAMAR participa de diversos grupos de trabalho do Comitê Cientifico. Através da análise de resultados de monitoramentos e pesquisas apresentados pelos países membros, consegue prover assessoria técnico-cientifica para a Conferência das Partes cumprir com os objetivos da CIT”, destaca Alexsandro Santos. 

Mais informações sobre os debates que aconteceram na reunião deste ano e sobre a importância da CIT estão disponíveis no site: http://www.iacseaturtle.org

Tartaruga Tartaruga-de-pente ou Tartaruga-legítima

Fernando de Noronha - PE

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras