pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Atualizadas as publicações científicas e institucionais no site do TAMAR

14/04/2017 - Confira a produção do TAMAR com mais de 750 itens para consulta. Leia mais. ↓

Atualizadas as publicações científicas e institucionais no site do TAMAR

Telemetria

Nos últimos trinta e cinco anos, o Projeto TAMAR é referência mundial na área da conservação marinha, participando de inúmeros eventos internacionais/nacionais e publicando artigos nos principais veículos voltados para as suas linhas de trabalho com pesquisa, conservação, educação ambiental, interação com a pesca, veterinária, dentre outros temas. As pesquisas realizadas pelo TAMAR já resultaram em mais de 750 publicações, fruto da soma de esforços entre os pesquisadores da Fundação Pró-TAMAR e do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), com o patrocínio nacional da Petrobras. Isoladamente, ou através de convênios e protocolos de cooperação técnico-científica com as mais diversas instituições, como universidades brasileiras e estrangeiras, ONGs, dentre outras, o TAMAR realiza programas de estudos prioritários para conhecer melhor o ciclo de vida das tartarugas marinhas.

“No conjunto de publicações disponíveis para consulta, atualizado até 2016, houve um incremento nos temas de Educação Ambiental, com destaque para resultados obtidos ao longo dos anos de sensibilização e integração com as comunidades litorâneas”, conta o coordenador do TAMAR no Ceará, Eduardo Lima, que vem organizando as atualizações nos últimos 18 anos. Destacam-se também pesquisas sobre: o programa de marcação que possibilita a identificação de rotas migratórias, períodos de retornos e remigrações nas temporadas reprodutivas das tartarugas; telemetria via satélite; padrões genéticos em áreas de desova e não reprodutivas; além da recomendação de medidas mitigadoras visando à redução da captura incidental na pesca e estudos que avaliam os impactos das mudanças climáticas nas tartarugas marinhas. Os resultados obtidos são apresentados em congressos nacionais e internacionais, simpósios, workshops, e veiculados em jornais e revistas científicos.

Independente das publicações científicas próprias ou em parcerias com pesquisadores de várias partes do mundo, o TAMAR é tema de teses de doutorado, dissertações de mestrado e monografias. “Neste último ano, oito dissertações de Mestrado foram defendidas por pesquisadores do TAMAR sobre diferentes temas de importância para a conservação das tartarugas marinhas”, completa Lima. Por iniciativa própria, o TAMAR produz livros e cartilhas educativas, vídeos, CDs, DVDs, além de boletins internos e para o público em geral. Atualmente, entre as peças de educação ambiental, informação e divulgação, o TAMAR produz uma revista anual e um informativo eletrônico mensal. Confira as publicações aqui.

O Projeto TAMAR começou nos anos 80 a proteger as tartarugas marinhas no Brasil. Com o patrocínio da Petrobras, por meio do programa Petrobras Socioambiental, hoje o projeto é a soma de esforços entre a Fundação Pró-TAMAR e o Centro Tamar/ICMBio. Trabalha na pesquisa, proteção e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-verde (Chelonia mydas), tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea). Protege cerca de 1.100 quilômetros de praias e está presente em 25 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina.

Tartaruga de pente ou legítima

Regência - ES

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras