pagina inicial
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

FUNDAÇÃO PROJETO TAMAR PRAIA DO FORTE - BA

Praia do Forte

Praia do Forte

Praia do Forte

Praia do Forte

Praia do Forte

Biólogo por Um Dia

Praia do Forte

Tartaruga albina

  • ex
  • ex
  • ex
  • ex
  • ex
  • ex
  • ex

Avenida Farol Garcia D´Ávila, s/n
Tel: (71) 3676-0321 / Whatsapp: 98127-2010
E-mail: centrodevisitantes@tamar.org.br

Horário de funcionamento:
De quarta a domingo das 11h às 17h.

Valor do ingresso
Inteira - R$ 32,00
Meia - R$ 16,00 (estudantes, maiores de 60 anos, pessoas com deficiência)
Passaporte Família - R$ 88,00 (dois adultos e duas crianças)
Gratuidade - Crianças até 5 anos, natural de Mata de São João, Marinha do Brasil, funcionários da Petrobras e CLN.

Compre seu ingresso aqui.

“Biólogo por um dia” mediante agendamento (clique no link abaixo):
bit.ly/tamarpraiadoforteba

Em 1982, quando os pesquisadores do Projeto Tamar chegaram, a Praia do Forte era uma pequena vila com 500 moradores, sem luz elétrica, onde se chegava atravessando de balsa o rio Pojuca. A relação com a comunidade foi nascendo aos poucos, sendo a convivência com os habitantes locais e o entendimento sobre seu conhecimento tradicional fundamental para iniciar os trabalhos de proteção das tartarugas marinhas na região. Ao longo dos anos, com a dedicação e conscientização dos moradores e veranistas, a base de pesquisa e o centro de visitação foram se consolidando. Em duas décadas, a vila se transformou em polo turístico nacional e internacional.

O Centro de Visitantes da Fundação Projeto Tamar da Praia do Forte foi criado no mesmo ano da Base de Pesquisa, ocupa uma área total de dez mil metros quadrados, cedida pela Marinha do Brasil/Comando do IIº Distrito Naval, no entorno do farol Garcia D’Ávila.

A biodiversidade, beleza natural e riqueza histórica e cultural desta região turística contribuem para que este seja o Centro de Visitantes mais frequentado do Brasil, por quem procura o Projeto Tamar, atendendo a cerca de 500 mil pessoas/ano, entre membros da comunidade, estudantes, pesquisadores e turistas brasileiros e estrangeiros. O Centro de Visitantes da Praia do Forte é também cadastrado no IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus), que o posiciona entre os 10 museus mais visitados do Brasil.

VISITA SEGURA

Estamos preparados para recebê-los com segurança. Temos totens de álcool em gel disponíveis por todo o Centro de Visitantes, controle de distanciamento na fila, aferição de temperatura e uso obrigatório de máscara durante todo o percurso. Porém, em atenção às recomendações de prevenção e controle de infecção do Covid 19, algumas áreas estão fechadas e as atividades que geram aglomeração de pessoas temporariamente suspensas.

Atrações

  • TANQUES E AQUÁRIOS
  • ESPAÇOS TEMÁTICOS
  • FAROL RESTAURANTE & BAR
  • BIÓLOGO POR UM DIA
  • ESPAÇO CULTURAL
  • SUBMARINO AMARELO
  • ATIVIDADES INTERATIVAS
  • VISITAS ORIENTADAS
  • CAMINHADA DE FILHOTES

Entre tanques e aquários, são 750 mil litros de água salgada com exemplares da fauna marinha da região e de quatro das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, em diferentes estágios do ciclo de vida. 

O Centro de Visitantes é dividido em espaços temáticos, sendo que cada um apresenta questões específicas relacionadas à vida das tartarugas marinhas e desafios que essas espécies enfrentam. Temas como as principais ameaças à sobrevivência das tartarugas marinhas, o trabalho de proteção e manejo e a importância dos arrecifes são abordados. No tanque-barco, há informações sobre as ações relativas à captura incidental de tartarugas pela pesca.

Além disso, o Centro de Visitantes conta com: sala de cinema, exposição permanente de painéis fotográficos e réplicas das tartarugas marinhas. As informações estão distribuídas por todo o espaço, através de painéis em português e inglês e no aplicativo do Projeto Tamar disponível para IOS e Android.

Farol é um novo conceito de restaurante, criado pela Fundação Projeto Tamar, em homenagem à comunidade pesqueira de Praia do Forte. Aqui neste mesmo farol em 1982, estudantes de oceanografia se aliaram às mais tradicionais famílias de pescadores da região. Juntos, construíram a consciência sobre a conservação das tartarugas marinhas brasileiras. Todo valor arrecadado no Farol Restaurante & Bar é convertido em ações de conservação, pesquisa e inclusão social.

Tenha a inesquecível experiência de conhecer e acompanhar o trabalho que a Fundação Projeto Tamar desenvolve para a proteção das tartarugas marinhas. Crianças e adultos de todas as idades podem acompanhar as ações de educação ambiental e os bastidores do Projeto Tamar, participando de atividades de manejo e cuidado com as tartarugas marinhas, preparo e alimentação dos animais

O programa Biólogo por um dia é oferecido em dois formatos: apenas para o público infantil e para todas as idades.

No formato infantil as crianças ganham um Kit Biólogo por um dia, as experiências são mais lúdicas e acontecem durante uma manhã ou tarde inteira. São formados grupos pequenos de até 6 crianças, com idade de 6 a 12 anos.

O Biólogo por um dia família também pode ser destinado às pessoas de todas as idades. São formados grupos de até 10 participantes e tem duração de cerca de 1h30.

Para agendamento e mais informações clique no link abaixo:

https://bit.ly/tamarpraiadoforteba

As atividades que geram aglomeração de pessoas estão temporariamente suspensas como medida de prevenção à propagação do novo coronavírus.

O Espaço Cultural recebe eventos com artistas nacionais, internacionais e locais. Aqui a música se une a conservação e o movimento Tamarear agita os apoiadores da conservação das tartarugas. Grandes nomes da música como Milton Nascimento, Lenine, Stanley Jordan e João Donato, já se apresentaram no palco da Fundação Projeto Tamar.

O Submarino amarelo está temporariamente desativado como medida de prevenção à propagação do novo coronavírus.

Espaço onde é possível conhecer animais que habitam zonas de até 500m de profundidade. Quase nenhuma luz e baixas temperaturas tornam o ambiente adaptado para o modo de vida destes espécimes, pouco conhecidos por todos.

Os Submarinos Amarelos dos Centros de Visitação da Fundação Projeto Tamar de Aracaju/SE e de Praia do Forte/BA são os únicos locais na América Latina com animais de grandes profundidades vivos.

A visitação tem número de sessões limitada, com capacidade de até 15 pessoas.

O ingresso é cobrado a parte no valor de xxxxx.

As atividades que geram aglomeração de pessoas estão temporariamente suspensas como medida de prevenção à propagação do novo coronavírus.

As atividades interativas mediadas por um monitor permitem ao visitante conhecer mais sobre o trabalho de pesquisa e conservação da Fundação Projeto Tamar, aprender sobre as tartarugas e toda a vida marinha e ter experiências diferenciadas durante a visita. Diariamente são realizadas atividades interativas como: alimentação das tartarugas, alimentação dos peixes e tubarões, atividades de enriquecimento ambiental.

Todas as atividades são realizadas em horários fixos e com o acompanhamento de um monitor. Informe-se com nossa equipe.

As atividades que geram aglomeração de pessoas estão temporariamente suspensas como medida de prevenção à propagação do novo coronavírus.

Nas visitas orientadas o circuito de visitação é acompanhado por monitores capacitados. O roteiro abrange toda a estrutura do Centro de Visitantes falando sobre a biologia das tartarugas marinhas e o trabalho da Fundação Projeto Tamar para proteger esses animais ameaçados de extinção.

Além disso o Projeto Tamar conta com um aplicativo para smartphones que permite que o visitante faça uma visita autoguiada, recebendo as informações diretamente no celular.

As atividades que geram aglomeração de pessoas estão temporariamente suspensas como medida de prevenção à propagação do novo coronavírus.

Durante a temporada reprodutiva das tartarugas marinhas, é possível acompanhar o manejo dos ninhos transferidos das áreas de risco, nas praias, para o cercado de incubação. Aqui se aprende sobre as atividades de proteção e manejo desenvolvidas no campo.

Como acontece nos ninhos naturais, no cercado, os filhotes nascem quase sempre à noite e vão ao mar imediatamente. No dia seguinte, os ninhos onde os ovos eclodiram são abertos para estudo – e nesse momento ainda se encontram alguns filhotes que não conseguiram alcançar a superfície para sair do ninho. Eles são recolhidos e levados ao mar no fim da tarde (às 17:00), na praia próxima ao Centro de Visitantes do Projeto Tamar. As caminhadas de filhotes ao mar desempenham um importante momento de sensibilização ambiental, além de ótima oportunidade para conhecer mais sobre o comportamento e ciclo de vida desses animais ameaçados de extinção. Toda a atividade é mediada por um monitor. 

Como chegar

A Praia do Forte, município de Mata de São João-BA, fica a cerca de 75km do Centro de Salvador e 50km do aeroporto internacional, através da BA-092, conhecida como Estrada do Coco.

Há saídas regulares de ônibus e vans da estação rodoviária e de outros pontos da Av. Paralela em Salvador.

 

Uma visita especial com a atriz baiana Maria Menezes:

 

Parceiros locais:

 

Petrobras